Compartilhe
Universidade de Victoria, em Wellington, Nova Zelândia | Hunter Building | Foto: Khirol Amir, via Wikimedia Commons
Universidade de Victoria, em Wellington, Nova Zelândia | Hunter Building | Foto: Khirol Amir, via Wikimedia Commons
Um dos poucos países em que estudantes internacionais podem trabalhar, a Nova Zelândia é um destino maravilhoso, com as melhores instituições de ensino! 

Em tempos de câmbio alto, pensar em fazer um intercâmbio pode ser mais difícil. Mas se você quer estudar em um país especial, que permitirá que você trabalhe durante a sua estadia, a Nova Zelândia é um destino incrível.

O sistema de educação superior neozelandês está ranqueado em 16o lugar no mundo pelo QS Higher Education System Strength Rankings. As oito universidades do país, estão incluídas no QS World University Rankings de 2018.

Leia mais: Estudar em Wellington, Nova Zelândia

Mas se você não quer ficar no exterior por um período demasiadamente prolongado, há muitas oportunidades para fazer uma especialização, cursos de curta duração ou aprimorar seu inglês. Dependendo da duração do seu programa, trabalhar enquanto estuda será uma possibilidade, então não perca esta chance!

>> Confira as regras para estudar e trabalhar na Nova Zelândia:

> Ensino Superior:
Estudantes internacionais têm permissão para trabalhar em período parcial por até 20 horas semanais e em período integral durante todos os feriados programados e/ou durante o período de férias de Natal e Ano Novo se:

  • Estiverem matriculados em uma instituição de ensino superior como full time students (período integral) por pelo menos dois anos.
  • Estiverem estudando para uma qualificação na Nova Zelândia que acumule pontos na categoria Migrantes Qualificados.
  • Estiverem matriculados em um programa de pelo menos um ano acadêmico, de nível 4 ou superior (especialização), reconhecido pelo governo.

Estudantes matriculados em programas de mestrado ou doutorado em uma universidade neozelandesa, podem trabalhar sem restrição de horário. Além disso, os que precisam atender a um requisito de experiência prática em seu programa de estudos, podem fazer isso se a mesma for uma exigência do curso.

Leia mais: Estude em Auckland, Nova Zelândia

> Cursos de inglês
Estudantes matriculados em cursos de inglês podem trabalhar 20 horas semanais, desde que tenham um visto de estudante válido e seus cursos atendam determinadas condições:

  • Cursos de seis meses consecutivos ou mais: o estudo deve ser em tempo integral e o principal objetivo do aluno, melhorar seu inglês. Devem apresentar um exame IELTS válido (até dois anos) com pontuação geral de 5,0.
  • Cursos de 14 semanas consecutivas ou mais: o estudo deve ser em tempo integral e o aluno deve estar matriculado em um curso de inglês em uma universidade ou instituição de ensino de alta qualidade.
  • Cursos de curta duração: nesta situação, a eligibilidade do aluno será avaliada pelas autoridades neozelandesas. Cursos de inglês anteriores, realizados com vistos de estudante, serão analisados e poderão ser incorporados à categoria de cursos de 14 semanas – se o novo programa for uma sequência do anterior e realizado na mesma instituição de ensino.

> Ensino Médio:
Alunos matriculados nos dois últimos anos de um programa de ensino formal, podem trabalhar até 20 horas semanais durante o ano letivo e em período integral no período de Natal e Ano Novo. Caso tenham menos de 18 anos, precisam ter permissão por escrito de sua escola e de seus pais ou responsável legal para trabalhar.

Conheça todos os detalhes sobre a obtenção de um visto de trabalho e estudo na Nova Zelândia AQUI. 

> Working Holiday Visa
Programa de um ano, permite que brasileiros de 18 a 30 anos que desejam conhecer o país, trabalhem e estudem durante sua estadia. As inscrições para os 300 vistos concedidos – muito concorridos – devem ser feitas online, através do siteA próxima edição, acontecerá a partir das 10h do dia 22 de agosto de 2019 (horário neozelandês), correspondente às 19h do dia 21 de agosto de 2019 no Brasil. Fique atento!

Leia mais: O Working Holiday Visa e uma experiência na Nova Zelândia

> Novas Regras para trabalhar após o término de um programa de estudos: 
Recentemente, o governo neozelandês implementou novas regras de trabalho para estudantes internacionais após o término dos seus estudos. Bastante vantajosas, entram em vigor a partir de 26 de novembro de 2018 e garantem que o período pós-estudo beneficie estudantes e empregadores, contribuindo com habilidades e qualificações que a Nova Zelândia precisa.

Se você precisa de mais informações, o site Study in New Zealand é uma excelente fonte oficial para encontrar os melhores cursos, bolsas de estudo e conhecer mais sobre a vida na Nova Zelândia.

Lembre-se de não deixar para fazer tudo no último minuto. Planeje seus estudos no exterior com pelo menos um ano de antecedência. Dessa forma, poderá fazer as melhores escolhas e ter a melhor experiência internacional!

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no InstagramFacebook e Twitter.

 

 

 

 

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA