Compartilhe
Estudar fora em tempos de crise | Imagem: Blog da Tissen
Estudar fora em tempos de crise | Imagem: Blog da Tissen
Tempos de crise econômica podem representar uma abertura para novas jornadas, especialmente para os que são flexíveis e criativos. Confira as dicas!

Todo mundo está se perguntando como eu faço para estudar fora nesta crise econômica que estamos vivendo?  

Tempos de crise podem ser assustadores, mas também podem representar janelas de oportunidade para realizar seus planos. Reavaliar seu projeto, ser mais criativo e flexível, e fazer ajustes em seu planejamento são tarefas imprescindíveis para que você possa atingir seus objetivos. Seja o herói ou heroína de sua própria história de vida! Acredite, desistir não é a solução, quem quer consegue!

Para ajudar você a pensar em algumas saídas, seguem algumas dicas para repensar sua proposta de estudar no exterior:

1. Planejamento

Faça seu planejamento com antecedência, organize sua viagem. Pesquise com cuidado as universidades e os destinos desejados, crie uma tabela para poder visualizar os números. Visite sites como Expatisan Numbeo que oferecem informações detalhadas sobre o custo de vida das cidades mundo afora.

Assim poderá escolher com calma quais são as possibilidades que se encaixam com o seu perfil e com as suas condições financeiras.

2. Destino 

Quando o assunto é estudar fora, as grandes capitais do mundo são sempre a preferência. No entanto, essa escolha pode não caber no seu bolso…

Escolha países onde poderá trabalhar e estudar, como a AustráliaNova Zelândia, Irlanda, Malta e Canadá.

Opte por destinos diferentes, o mundo é muito grande. Não se esqueça que você também pode encontrar boas opções aqui mesmo, na América do Sul. Na Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica e México há ótimos programas de ensino e os mais variados cursos para quem quer aprender espanhol.

3. Orçamento vs. Tempo

Não dá para passar seis meses ou um ano? Encurte o tempo de sua viagem e ajuste seu orçamento. É possível estudar fora gastando bem menos do que você imagina e ainda assim aproveitar muito seu tempo. Aproveite as promoções de passagens aéreas que volta e meia acontecem.

4. Bolsas de estudo

Há muitas opções de bolsas de estudo no exterior, especialmente para quem quer fazer um mestrado ou doutorado. Se você está procurando uma bolsa de graduação, pesquise as oportunidades oferecidas pelo Rotary ClubAFS ou United World Colleges.

Se você está cursando uma graduação, confira as oportunidades que a AIESEC, a maior organização estudantil do mundo, oferece.

O momento é muito oportuno para investir na sua formação pessoal ou fazer um upgrade na carreira. Então vamos dar um “xô” para a crise, afastar a nuvem cinzenta que paira no ar e seguir em frente!

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais. 
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no InstagramFacebook e Twitter.

Compartilhe

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA