Fonte: Pexels (Commons)
Fonte: Pexels (Commons)
Qual exame você deve fazer quando se candidata a uma pós-graduação internacional? Conheça as diferenças entre o GRE e o GMAT.

Por: Estudar Fora 

“Devo fazer o GMAT ou GRE?”, muitos candidatos a cursos de pós-graduação se perguntam. A reposta a tal questão vai depender dos objetivos de cada um. Enquanto o GMAT (Graduate Management Admission Test) é o exame exigido pela maioria das escolas de negócio dos Estados Unidos e da Europa para admissão a cursos de MBA, o GRE (Graduate Records Examinations) é indicado principalmente para que tem interesse em realizar um mestrado profissional em outra área, como finanças, economia, políticas públicas e relações internacionais.

Saiba quando cancelar a sua nota no GMAT

Hoje, no entanto, o GRE também vem se popularizando entre interessados no MBA e já é aceito por cerca de 250 escolas de negócios, incluindo instituições renomadas como Stanford, MIT (Massachusetts Institute of Technology) e Johns Hopkins.

Em geral, as duas provas medem habilidades de raciocínios lógico e verbal, além da capacidade de articular ideias complexas e sustentar um ponto de vista de forma clara e eficiente. Nenhuma delas cobra conhecimentos específicos da área de negócios.

Veja na tabela a seguir as diferenças entre cada uma das avaliações:

tabela-gmat-e-gre

Notas —  Não há como o candidato ser aprovado ou reprovado nos exames. A exemplo dos testes de proficiência em inglês (TOELF e IELTS), o que vai determinar se a sua nota é competitiva é a universidade escolhida. “No caso do GMAT, uma pontuação excelente é acima de 700. Já no GRE as universidades top exigem 160 pontos”, afirma Darrin Kerr, sócio da consultoria FK Partners e coach em preparação para a pós no exterior.

Estratégias de estudo — Como não há exames parecidos no Brasil, Darrin recomenda que o aluno siga o seguinte passo a passo para ter um bom desempenho:

Faça um simulado diagnóstico para saber qual é o seu nível e, assim, poder traçar uma estratégia de estudo. Em geral, são necessários seis meses de preparação.

Estude todos os conteúdos que apareceram no simulado. Há vasto material para isso nos sites do GMAT e do GRE. Se necessário, procure ajuda especializada.

Faça resumos dos assuntos estudados. Isso irá ajudá-lo a memorizá-los.

Por cerca de três meses — até a data de realização da prova — faça simulados semanais. A ideia é chegar à avaliação bastante familiarizado com a sua estrutura.

Fonte: Estudar Fora

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA